Kaique Garcia
Taverna do Kiko

Taverna do Kiko

PHP para Iniciantes: Tipos de Dados Primitivos - Arrays

Kaique Garcia's photo
Kaique Garcia
·Aug 10, 2021·

7 min read

Array é uma das estruturas mais interessantes nas linguagens de computação. Amplamente utilizada para listar estruturas semelhantes, array é o primeiro tipo de dados que imaginamos quando precisamos criar conjuntos, matrizes e outras formas semelhantes. Mas sua usabilidade no PHP vai muito além!

Primeiro que todo array em PHP é definido como um mapa ordenado, onde, basicamente, todo valor é associado a uma chave. Não importa se você vai usar como lista ou dicionário. Absolutamente todos - eu disse TODOS - os casos serão valores atrelados a chaves.

Como assim "chaves", Kiko?

Depósito da Amazon

(depósito da Amazon)

Imagine que cada caixa desse depósito é um "valor" e cada um possui uma etiqueta para auxiliar a identificar onde está. Essa etiqueta seria sua "chave". Da mesmíssima forma, temos o conceito de arrays: você precisa saber as chaves se quiser encontrar os valores. E se você não tiver a chave, você precisará percorrer por todos os elementos até encontrar alguma outra informação que identifique o item desejado.

Os valores podem ser... qualquer coisa. Qualquer tipo de dado, sério. Já as chaves só tem duas opções: inteiros (int) ou textos (string), onde a preferência é sempre do inteiro.

Como assim, preferência, Kiko?

Bem, a essa altura você já sabe o que é um int e uma string, certo? E se eu te falasse que existe também um string int? Hehe. Calma, não é um tipo de dado de verdade. É apenas uma forma de dizer que '1' = 1, por exemplo. O PHP consegue detectar que sua string é numérica e fazer a conversão para inteiro quando você atribuir isso como uma chave de array. Mas isso só irá acontecer se a string for numérica no domínio dos inteiros. No caso de string float, não fará nenhuma conversão (permanecerá string).

E se for float, Kiko?

Aí o PHP irá arredondar para o número inteiro mais próximo. Se for boolean, será convertido para inteiro baseado no valor binário (false = 0, true = 1). Caso seja null, vira uma string vazia (''). Já outros tipos de dados, não podem ser inseridos em chaves ou teremos um belíssimo erro.

Como escrever um array?

A notação do array é simples: array(), parecendo uma função (mas até aqui preciso presumir que você não sabe o que é uma função ainda, então considere apenas um spoiler). Há uma notação ainda mais simples: [].

E no caso de criar um array previamente alimentado, basta inserir os elementos separados por vírgulas, podendo ter uma vírgula no final (opcional). Por exemplo:

<?php
$array = array(1,2,3,4);
$array = [1,2,3,4];
$array = [
    1,
    2,
    3,
    4,
];

Todos os arrays mencionados acima são iguais, todos possuem quatro elementos, sendo eles os inteiros 1, 2, 3 e 4.

Ué, Kiko, cadê as chaves? Só vejo valores.

Quando você não informa nenhuma chave, o PHP atribui automaticamente um valor inteiro de acordo com a maior chave numérica que já existiu no array + 1. O primeiro índice numérico, caso não tenha um, será sempre a partir de 0. Mas você também pode informar índices negativos se quiser ¯\_(ツ)_/¯

Tá, mas como atribuímos uma chave?

<?php
$array = [
    0 => 1,
    1 => 2,
    2 => 3,
    3 => 4,
];

A notação algumacoisa => outracoisa dentro da notação de arrays é pré-definição chave => valor. Isso também é algo encontrado na notação de foreach, mas não vamos falar sobre isso agora.

E sobre o exemplo citado agora, também é igual aos outros arrays.

Que tal explorarmos mais algumas loucuras? Considere o array abaixo:

<?php
$array = [
    1 => 'um',
    1.5 => 'dois',
    '1' => 'tres',
    true => 'quatro',
];
echo $array[1];

Qual é o valor impresso?

Re: quatro

QUÊ?!

É verdade. Na hora da construção do array, acontecem os seguintes passos:

  1. Primeiramente, o array é inicializado sem nenhum dado;
  2. Depois, o array recebe a linha 1 => 'um' e atribui o valor string 'um' à chave int 1;
  3. Então, o array recebe a linha 1.5 => 'dois'. Sendo um valor do tipo float, ele arredonda para o número inteiro mais próximo, que é o 1. Com isso, atribui o valor string 'dois' à chave int 1 - que já existe, então ele sobreescreve o valor que estava antes;
  4. Daí, o array recebe a linha '1' => 'tres'. Sendo um valor do tipo string e sendo numérico do domínio de inteiros, o interpretador converte para int, ficando 1. Com isso, atribuo o valor string 'tres' à chave int 1 - que já existe, logo sobreescreve.
  5. Por fim, o array recebe a linha true => 'quatro'. Sendo um valor do tipo boolean, o interpretador usa seu valor binário para converter para inteiro, que é, mais uma vez, 1. Logo atribui o valor string 'quatro' à chave int 1 - que já existe, portanto sobreescreve.

Por isso, no final, o único dado que existe é a string 'quatro' na chave int 1.

Além disso, tem casos mais hilários, como:

<?php

$array = [
     'um',
     6 => 'dois',
     'tres',
     7 => 'quatro',
];

Nesse caso, temos no final:

0 => 'um'
6 => 'dois'
7 => 'quatro'

Ué, cadê o 'tres', Kiko?

Re: O 'quatro' sobreescreveu!

Acessando valores

Se você sabe a chave que deseja acessar, a sintaxe que você pode utilizar para resgatar o valor é com os colchetes [ e ]. Lembra que mencionei isso lá no artigo sobre strings? A forma de resgatar um caractere de um texto é similar a resgatar um valor de um array.

Dito e feito:

<?php
$array = [1, 2, 3, 4];
echo $array[3]; // o primeiro índice é o 0, portanto, irá imprimir 4

Mas Kiko, e se o valor acessado for um array?

Então você poderá acessar o valor desse array sabendo a chave dele também!

<?php
$array = [array(1, 2, 3, 4)];
echo $array[0][3]; // vai imprimir 4

Por sinal, essa é uma estrutura de matrizes.

Alterando valores

Para alterar, iremos usar a mesma sintaxe acima, exceto que, ao invés de apenas obtermos um dado, iremos atribuir o valor da mesma forma que atribuímos em variáveis. Como, teoricamente, você ainda não sabe o que é uma variável, vamos tentar uma explicação na base dos exemplos:

<?php
$array = [1, 2, 3, 4]; // sim, eu gosto desse exemplo
$array[3] = 5; // sobreescrevemos o valor do índice 3 por 5
$array[] = 6; // adicionamos o valor 6 ao final do array, baseado no índice numérico mais alto (que é o 3, portanto, o valor foi atribuído à chave int 4)

No exemplo acima, temos, ao final:

0 => 1
1 => 2
2 => 3
3 => 5
4 => 6

Algumas observações interessantes:

  • Se você inserir um valor numa chave que não existe, ela será criada;
  • Se você usar a sintaxe de append ($array[] =) numa variável que não foi definida, ela será inicializada como array. Apesar de saber que isso é possível, eu espero com todas as forças da minha consciência que você não faça isso. Sempre declare o array antes!

Removendo valores

Infelizmente não há uma forma tão prática de remover arrays. Porém, há uma função nativa que faz isso pra gente, que é a função unset. Se você passar o array inteiro, ela irá "apagar" tudo. Se você passar um array consultando um índice, ela irá "apagar" aquele índice específico. Por exemplo:

<?php
$array = [1, 2, 3, 4];
unset($array[3]); // remove o índice 3, ficando [1, 2, 3]
unset($array); // remove todo o array

Mais observações interessantes:

  • Remover um array inteiro (unset($array)) não irá apenas remover seus elementos. Irá desconstruir toda a variável, deixando, inclusive, de ser um array;
  • Ao fazer o unset de um índice numérico e fazer um novo append, se o índice removido era o maior, então o append irá continuar a partir do número removido. Isso significa que o que vale pro append é a maior chave int que já existiu e não a que existe no momento. Por exemplo:
      <?php
      $array = [1, 2, 3, 4];
      unset($array[3]); // remove o 4
      $array[] = 5; // adiciona o 4 => 5
    

E por enquanto é só! Tem muito mais conteúdo na documentação oficial sobre arrays no PHP.net, mas, na minha visão, não são assuntos adequados para iniciantes. Já mencionam funções e informações depreciadas de arrays em versões mais antigas do PHP. Faz sentido mostrar coisas de versões antigas para quem tá começando agora? Eu acho que não. Espero que concordem comigo, rs.

Se restou alguma dúvida, não hesite em perguntar nos comentários! Irei responder assim que possível, beleza?

Inté!

 
Share this